Falsas imagens íntimas de Taylor Swift partiram de fórum focado em discursos de ódio e teorias de conspiração

Por - 06/02/24 às 19:22

Taylor SwiftTaylor Swift na capa de seu filme: "The Eras" (Reprodção/Divulgação)

No final de janeiro, um estudo da Graphika revelou que imagens falsas e explícitas de Taylor Swift, criadas por inteligência artificial, tiveram origem em um desafio lançado dentro do 4chan. Este fórum, conhecido por seu conteúdo controverso, serviu como palco para a criação e disseminação de imagens ofensivas de figuras femininas famosas, incluindo Swift. A intenção por trás dessas ações era testar a capacidade de burlar as proteções de programas de IA, como o DALL-E da OpenAI, Microsoft Designer e Bing Image Creator.

BBB24: Por que Rodriguinho detonou Taylor Swift e RBD? Saiba!

Reação dos Fãs e Ações das Plataformas

A viralização dessas imagens provocou uma mobilização dos fãs de Swift, que exigiram das plataformas sociais proteções mais eficazes contra o abuso de imagens geradas por IA. Enquanto isso, empresas como OpenAI e Microsoft asseguraram que tais imagens não foram geradas por suas ferramentas e reforçaram seus sistemas de segurança para prevenir abusos similares.

O que faz Taylor Swift superar Elvis. Próxima meta: Beatles

Caso de Taylor Swift mostra necessidade de medidas legais  

A disseminação dessas imagens não só violou a privacidade de Swift, mas também chamou a atenção para a necessidade de regulamentações mais estritas contra a pornografia falsa, que afeta diversas personalidades e cidadãos comuns. A Casa Branca e o Screen Actors Guild-American Federation of Television and Radio Artists expressaram preocupação com o impacto desproporcional dessas práticas sobre mulheres e meninas, chamando a situação de alarmante e exigindo ações mais efetivas das plataformas de mídia social.

O que fez Taylor Swift crescer tanto em 2023?

IA usada para o mal

A situação destaca o potencial malicioso da tecnologia de inteligência artificial, que, além de ser usada para criar imagens falsas, também foi aplicada para simular a voz do presidente Joe Biden em golpes.

Especialistas alertam para a crescente facilidade de acesso a essas ferramentas, que podem gerar conteúdo falso convincente em questão de minutos, aumentando os desafios para a segurança digital e a privacidade online.

Tags:

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.


×