Fernanda Montenegro é dada como morta pelo INSS e vai à Justiça

Por - 22/04/24 às 12:17

Fernanda MontenegroFernanda Montenegro - Adriano Ishibashi/Brazil News

Fernanda Montenegro, que está com 94 anos e é uma das maiores atrizes brasileiras, está com problemas na Justiça há dois anos. Ela luta para receber o que é devido da sua aposentadoria e da pensão por morte de seu marido, que não estão sendo pagos pelo INSS. As informações são da coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo

Fernanda Montenegro deixou de receber seus benefícios desde agosto de 2019, algo que perdurou até março de 2022. Durante a pandemia, o INSS cobrou a “prova de vida”, que a atriz teve diversas dificuldades para realizar. Com isso, foi considerada “morta” ao órgão público.

Justiça penhora metade dos imóveis de Ana Hickmann. Entenda!

A publicação ainda informa que, após entrar na Justiça, Fernanda teve causa ganha, obrigando o instituto a pagar os valores retroativos, calculados atualmente em mais de R$ 334 mil, além de R$ 30 mil em danos morais, que um recurso da defesa reduziu este último valor para R$ 10 mil.

MC Guimê se pronuncia sobre dívida milionária na Justiça

Fernanda Montenegro foi vítima de fraude

A publicação ainda informou que Fernanda Montenegro teria sido vítima de fraude. Isso porque seus dados para acesso ao sistema virtual do INSS tinham sido alterados, incluindo o e-mail de acesso. Em seguida, após recuperar seu acesso, Fernanda percebeu que os benefícios estavam sendo depositados e sacados por outra pessoa.

Joanna diz que Wilma Petrillo afastou Gal Costa dos amigos

“Resta evidenciado que a Autora, desde agosto de 2019, vem sendo vítima de sucessivas fraudes praticadas por agentes não identificados junto ao INSS, que, primeiramente, conseguiram desbloquear e receber benefícios acumulados e não pagos de sua titularidade; em seguida, sem qualquer instrumento de mandato outorgado pela autora, alteraram no sistema do INSS a forma de pagamento dos benefícios, direcionando para banco e município diverso daqueles desde sempre informados pela autora, onde conseguem sacar sem qualquer dificuldade os proventos previdenciários, em forma irregular e fraudulenta”, diz o trecho da ação ao qual o jornal O Globo teve acesso.

Formado desde 2010, já passou pelas editorias de esporte e entretenimento em outros veículos do país e atualmente está no OFuxico. Produz matérias, reportagens, coberturas de eventos, apresenta lives e ainda faz vídeos curtos para as redes sociais


×