Filho de Gal diz que usava medicamentos controlados quando reconheceu união estável de sua mãe

Por - 02/04/24

Filho de Gal diz usava medicamentos controlados quando reconheceu união estável de sua mãe

No coração de uma controvérsia que mescla drama pessoal e disputa por herança, Gabriel Penna Burgos Costa, filho único de Gal Costa, traz à tona alegações surpreendentes. Segundo Gabriel, sua concordância com a união estável de sua mãe e a empresária Wilma Petrillo foi influenciada pelo uso de “medicamentos de receita controlada”, supostamente fornecidos por Wilma.

Além do filho, primas de Gal Costa entram na justiça contra Wilma Petrillo

Sob o efeito de medicamentos

Segundo reportagem de O Globo, os documentos judiciais revelam que Gabriel teria sido levado a assinar uma declaração reconhecendo a união estável entre sua mãe e Wilma enquanto estava sob o efeito desses medicamentos. Isso teria comprometido sua capacidade de julgamento, colocando em dúvida a validade de seu consentimento.

‘Golpes e maus tratos’: Entenda a polêmica envolvendo a viúva de Gal Costa

Declarações em conflito

Em uma reviravolta no caso, Gabriel contradiz publicamente a existência de uma relação amorosa entre sua mãe e Wilma, alegando que a convivência delas era meramente de amizade. Essa afirmação colide diretamente com as de Wilma, que insiste na autenticidade de seu relacionamento com Gal.

Filho diz que só percebeu a dimensão de Gal Costa no velório

A batalha pela verdade

Além da controvérsia sobre a união estável, Gabriel busca na justiça a exumação do corpo de Gal Costa, questionando as circunstâncias de sua morte. Esse movimento judicial sugere uma trama ainda mais complexa, envolvendo mistérios não apenas sobre o relacionamento de Gal com Wilma, mas também sobre as verdadeiras causas de seu falecimento.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

A disputa pelo legado

A disputa se estende ao patrimônio de Gal Costa, com ações legais questionando decisões tomadas sobre sua herança e o desejo da cantora de criar uma fundação de incentivo à música e cultura. Em meio a essas batalhas, surgem questões sobre coerção e as verdadeiras intenções por trás das decisões de Gal.

À medida que o caso se desenrola, novas revelações adicionam camadas à história, prometendo mais desdobramentos nessa disputa que captura a atenção do público e desafia a justiça a desvendar a verdade. O mais triste nessa história é ver a vida íntima de Gal Costa, preservada por ela por toda uma vida, se transformar em um assunto discutido publicamente, sem qualquer respeito ao estilo de vida que ela sempre fez questão de manter.

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.