Jamie Foxx nega acusações de abuso sexual e entra com ação contra acusadora

Por - 24/11/23 às 07:25

Jamie FoxxJamie Foxx / Reprodução / Instagram /@iamjamiefoxx

Jamie Foxx estava calado até agora, depois que uma mulher, que não quis ser identificada, iniciou um processo contra o ator, alegando que foi vítima de agressão sexual em 2015. Ela resolveu fazer a acusação dois dias antes de mudar a lei em Nova York de crimes já caducaram. Através de seu representante, Foxx negou que tenha agredido sexualmente essa mulher em um restaurante de Nova York em 2015.

“O suposto incidente nunca aconteceu”, disse um porta-voz de Foxx à coluna “Page Six” do jornal “The New York Post” na quinta-feira (23).

“Em 2020, esse indivíduo entrou com uma ação quase idêntica no Brooklyn. Esse caso foi arquivado pouco depois.”

O representante alega ainda: “As reivindicações não são mais viáveis hoje do que eram então. Estamos confiantes de que eles serão arquivados novamente.”

O porta-voz de Foxx concluiu o comunicado, afirmando que o vencedor do Oscar planeja entrar com uma ação legal contra a acusadora.

“Sr. Foxx pretende entrar com uma ação por processo malicioso contra essa pessoa e seus advogados por apresentarem novamente esta ação frívola.”

Embora o suposto incidente tenha ocorrido há quase uma década, ela conseguiu abrir seu caso enquanto a Lei de Sobreviventes Adultos de Nova York ainda estava ativa.

A acusação

Uma mulher anônima entrou com uma ação judicial contra o ator Jamie Foxx, acusando-o de agressão sexual em um restaurante de Nova York em 2015. Aparentemente a situação aconteceu no restaurante Catch NYC & Roof, em agosto daquele ano.

Segundo o jornal “The New York Post”, a mulher afirma que ela e uma amiga procuraram Foxx para tirar uma foto e ele concordou. Depois de tirar a foto, Foxx teria feito comentários inapropriados sobre a aparência da mulher e depois a conduziu para uma área isolada do restaurante, onde a agrediu. Ela conta nos documentos, que a amiga interrompeu a agressão.

Agora ela está buscando ‘indenizações compensatórias e punitivas pelo sofrimento emocional’ que sofreu como resultado do incidente. Ela também está processando o restaurante Catch NYC & Roof, por não ter evitado o ataque.

A ação foi movida de acordo com a Lei de Sobreviventes Adultos de Nova York, que permite que vítimas de agressão sexual entrem com ações civis mesmo que o prazo de prescrição tenha expirado.

O momento do processo coincide com a quase expiração da Lei de Sobreviventes Adultos de Nova York, em 24 de novembro.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×