Wilma Petrillo afirma que filho de Gal Costa está em perigo. Saiba tudo!

Por - 11/04/24 às 09:12 - Última Atualização: 12 abril 2024

Gal Costa e Wilma PetrilloGal Costa e Wilma Petrillo tinham uma relação pessoal e profissional, de acordo com a empresária - Foto: Reprodução

Reconhecida pela Justiça como viúva de Gal CostaWilma Petrillo contou que anualmente a cantora comprava alianças para as duas, que, segundo ela, viviam juntas desde 1993. A empresária, negando que as duas teriam uma relação tóxica, ressaltou ainda que não era ela quem administrava a vida financeira da artista.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

As duas situações – o relacionamento e o patrimônio – tem sido questionadas por Penna Burgos Costa, de 18 anos, filho único de Gal. Ele e Wilma travam uma briga judicial. O rapaz, que conviveu com a mãe e com Wilma, pede na Justiça a anulação da união estável (que tornou a empresária herdeira de Gal).

“Eu amava muito a Gal e sei que ela me amava muito também. Todo mundo sabia que éramos esposas. Gabriel e a advogada dele dizem que tivemos um relacionamento breve e que Gal me deixou morando na casa dela porque eu não teria para onde ir. Eu morava lá porque éramos casadas. Eu tenho família em São Paulo, trabalhava para Gal e recebia por isso”, disse Wilma ao jornal O Globo.

Gabriel, disposto a entender a causa da morte da mãe, solicitou a exumação dos restos mortais. Contudo, a Justiça negou. Porém, determinou que as circunstâncias da morte sejam investigadas.

Qual o patrimônio deixado por Gal Costa?

De acordo com Wilma Petrillo, a artista – que morreu aos 77 anos, em novembro de 2022 – não creditava a ela a administração de seus bens.

Gabriel diz que usava medicamentos controlados quando reconheceu união estável de Gal

“Acredite se quiser: eu não administrava o patrimônio dela, só vendia os shows. Ela deixou uma casa no Jardim Europa e dois carros, uma BMW e um Toyota Corolla. Quando conheci Gal, ela tinha um sítio em Petrópolis, quatro salas comerciais no Leblon, uma cobertura em São Conrado e o apartamento da mãe dela, no Rio”, afirmou.

Segundo Wilma, Gal Costa não sabia administrar e fazia péssimos investimentos: “A casa do Morro da Paciência, em Salvador, foi uma aquisição lamentável. Pagou um preço absurdo por uma casa sem fundação. A reforma levou dois anos. Ela pedia empréstimo no banco para comprar essas casas, mas empréstimo de banco é impagável, então depois vendia as casas para pagar o banco”.

Afirmando que as dívidas deixadas pela cantora ainda estão em levantamento, advogada de Wilma ressaltou que, só de IPTU, o valor está em torno de R$ 1 milhão. Mas há ainda pendências de IPVA e Imposto de Renda.

Vale ressaltar que Paulinho Lima, que já trabalhou como produtor e empresário de Gal Costa, garante que a cantora era milionária antes de conhecer Wilma Petrilho

Wilma critica relação amorosa de Gabriel

Amparada pela advogada Vanessa Bispo, Wilma afirmou que apenas vendia os shows de Gal Costa seus shows. Ela reforçou ainda que Gabriel age desta maneira por conta do “domínio” pela namorada, a fonoaudióloga Daniela Marcilio Tonani, 30 anos mais velha que o rapaz. Ele, por sua vez, namorava a filha de Daniella.

Além do filho, primas de Gal Costa entram na justiça contra Wilma Petrillo

“Gabriel sempre foi minha prioridade. Ficamos ainda mais próximos depois da morte da Gal. Um dia, ele me disse que esteve num centro espírita com Daniela e ouviu que os dois eram amantes na encarnação passada. Olha que estupidez! Falei com um amigo que tem um centro espírita e ele me disse que nunca ouviu tamanha bobagem. Depois que ela se enfiou lá em casa, Gabriel veio com uma conversa estranha: ‘Se você morrer, a herança que você receber da minha mãe fica para os seus irmãos?’ Eu sei que isso veio dela”.

Wilma afirmou ainda que perdeu o contato com Gabriel, embora buque sempre informações: “Eles me bloquearam. Ligo para a escola e o Gabriel proibiu que passassem informação. Mas recebi um e-mail informando que ele perdeu várias provas. Meu filho está em perigo. Ele está morando num hotel e é dominado completamente por uma mulher. Isso é, no mínimo, bizarro”.

Empréstimo

No processo, Daniela alega que fez um empréstimo para Wilma. A empresária explicou que se sustenta com empréstimos de amigos e adiantamentos da gravadora Biscoito Fino:

“Ela pagou contas de água, luz e internet da casa. Minhas reservas tinham acabado”, disse.

---

Tags: ,,

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×