Tom Hanks não quer interpretar vilões no cinema

Por - 07/02/24 às 04:00 - Última Atualização: 6 fevereiro 2024

Tom HanksTom Hanks / Reprodução Tv / YouTube

O mal não combina com Tom Hanks. O ator explicou em uma entrevista ao jornal “New York Times” o motivo por trás de sua decisão de não interpretar vilões no cinema.

Tom Hanks recebe Doutorado na Harvard

Com mais de 40 anos de carreira, Hanks passou décadas cultivando a reputação de ‘bom moço’ de Hollywood, e por isso não o veremos tão cedo interpretar um vilão com todas as suas maldades.

Embora tenha interpretado personagens que fizeram coisas terríveis em “Road to Perdition” e “Elvis”, o ator, ganhador de duas estatuetas do Oscar – por por “Filadélfia” (1993) e “Forrest Gump” (1994) – ainda não quer explorar personagens sombrios.

Tom Hanks comemora 35 anos de casamento

“É porque nunca os entendo, porque os bandidos, em geral, exigem algum grau de malevolência que não creio que possa fingir”, disse ao diario.

“Há muito tempo reconheci em mim mesmo que não inspiro medo em ninguém. Agora, isso é diferente de ser legal, sabe? Acho que tenho um esconderijo de mistério. Mas não é de malevolência”, brincou.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

Nepo Babies

Recentemente Tom Hanks falou da ‘tendência’ em Hollywood de que filhos de famosos sigam os passos dos pais e muitas vezes são acusados de nepotismo, embora esteja implícito que o showbiz pode ser visto como um ‘negócio de família’ também.

Mas o ator insistiu que, de todas as formas, os ‘nepo babies’ precisam ter “um impulso” para ter sucesso.

Hanks é pai de Chet, de 33 anos, e Truman, de 28, com a esposa Rita Wilson, e também é pai de Colin, 46, e Elizabeth, 41, de seu antigo casamento com Samantha Lewes, e agora todos estão trabalhando na área de entretenimento.

Príncipe Harry ‘atua’ com Tom Hanks

O ator explicou em entrevista ao programa “Entertainment Tonight” que, apesar que sua fama possa ter conseguido colocá-los na indústria, eles tiveram que trabalhar para fazer as coisas darem certo.

Ele disse: “A indústria de calçados é um negócio familiar. A indústria automobilística é um negócio familiar. Acho que meus filhos são todos como artistas renascentistas, sabe? [Eles] são bons em tudo o que escolhem ser.”

“Mas a questão aqui é… você consegue? Você tem que ter uma paixão, você tem que ter um impulso. E sim, nossa família existiu na cidade empresarial que é Los Angeles. O sucesso é uma combinação de talento, perseverança, direção e muita sorte”, justificou.

Tags:

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×