Rayssa Leal conquista maior nota da carreira e vence campeonato mundial

Por - 03/12/23 às 15:00

Rayssa Leal exibindo o troféuRayssa exibiu, orgulhosa, o troféu da SLS - Foto: Divulgação Street League

O Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, veio a baixo neste domingo, 03 de Dezembro, com a vitória de Rayssa Leal na SLS Super Crown, a final da Liga Mundial de skate street.

A jovem “Fadinha”, de apenas 15 anos, recebeu uma nota 9, primeira da história da competição, o maior índice de sua carreira. As oito mil pessoas presentes ovacionaram a atleta, que se emocionou.

Na disputa, Rayssa não tinha o título como objetivo. A campeã mundial, que conquistou a medalha de prata e o coração dos brasileiros nos jogos olímpicos de Tóquio, contou que a nota 9 era seu foco. E justificou, em entrevista coletiva concedida ao final da competição.

Rayssa Leal andando de skate
Rayssa Leal não esperava a vitória – Foto: Foto: Helena Petry/COB

“No último Street League, em Sidney (na Austrália), eu não consegui o meu nove. Eu nunca tinha conseguido essa nota e conseguir um 9 no Brasil foi surreal”, disse ela, que conquistou na ocasião, em outubro deste ano, a nota 8.8, apesar da manobra perfeita, garantindo o segundo lugar.

“Ontem (sábado), quando a gente estava fazendo a nossa estratégia, eu falei para a mamãe que eu só queria o meu 9, se o troféu não viesse, tudo bem porque eu só queria o meu nove. Quando eu consegui, eu chorei porque sempre foi meu sonho”, concluiu a skatista.

Rayssa Leal envolta na bandeira do Brasil, exibindo troféu
Rayssa Leal conquistou a maior nota da história da competição – Foto: Divulgação Street League

Bicampeã mundial

Ano passado, a atleta maranhense, natural de Imperatriz, tinha vencido a etapa final da liga mundial, disputada no Rio de Janeiro. Nesta edição em São Paulo, Momiji Nishiya, a japonesa campeã olímpica, terminou em 2º lugar, e a americana Paige Heyn completou o pódio em terceiro.

Com o título de Rayssa, o Brasil amplia seu domínio na categoria street. Antes da “Fadinha do Skate”, Pâmela Rosa foi a campeã das edições de 2019 e 2021. Este ano, Pâmela não se classificou para a final.

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×