Ratinho é intimado por falas homofóbicas em ação de R$ 500 mil

Por - 15/04/24 às 18:12

fotomontagem de retratos de agripino magalhães junior e ratinhoFoto: Reprodução/Instagram @agripinomagalhaesjunior

Dentro do próprio SBT, seu local de trabalho, Ratinho é intimado por falas homofóbicas. Isso aconteceu no último dia 12 de março, com base em ação de R$ 500 mil movida por Agripino Magalhães Júnior, ativista da causa LGBTQIA+ e deputado estadual suplente em São Paulo.

Ratinho atinge grande marca na audiência

O caso na qual Ratinho está sendo processado correu em 22 de junho de 2023, quando em seu programa, o apresentador criticou a realização da Parada do Orgulho LGBT+ na avenida Paulista, em São Paulo. “Vai lá no sambódromo, lá você fica pelado, faz o que você quiser”, falou primeiramente.

“Deixa a Avenida Paulista paras famílias, que querem ir lá brincar com as crianças. Faz a ‘Parada Gay’ lá no diabo do sambódromo, que lá pode fazer o que vocês querem. Na minha opinião, a ‘Parada Gay’ é o Carnaval dos ‘viados’ e ‘sapatões'”, completou ele, em síntese.

Posteriormente, Agripino acionou o Ministério Público de São Paulo pelas falas homofóbicas de Ratinho, na qual ele é intimado meses depois no SBT. Na ação, o ativista pediu ao MP que avaliasse apresentador e sua conduta com base no crime de “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular!

Ele exigiu também uma retratação por parte do apresentador no programa, o uso de tornozeleira eletrônica e outras medidas tutelares, além da indenização por danos, no valor de R$ 500 mil. Procurado pela revista Quem, a assessoria de comunicação de Ratinho disse que ele não se pronuncia sobre questões jurídicas.

Polêmica de Ratinho com bailarina

Um episódio no programa do Ratinho, transmitido no dia 1º de abril, deu muito o que falar. O apresentador, ao interagir com a bailarina Cíntia Melo, fez comentários sobre seu cabelo black power que não agradou em nada o público.

Programa do Ratinho estreia quadro com Flor e Carlinhos Aguiar

Ratinho questionou se o cabelo da dançarina era uma peruca e chegou a pedir a uma colega que “puxasse” para ver e ainda disse ter visto um “piolho” na cabeça da bailarina. Cíntia, por sua vez, usou suas redes sociais para expressar seus sentimentos sobre o incidente.

“Estou triste com alguns fatos, mas todo mundo que me acompanha sabe o quanto eu sou verdadeira… Estou cuidando da minha filha e preciso ter discernimento e calma para falar a respeito do assunto”, disse a dançarina em vídeo. A repercussão foi rápida e intensa.

Diversos usuários das redes sociais acusaram Ratinho de racismo, destacando que tais atitudes são inaceitáveis. Diante da polêmica, a assessoria do apresentador informou ao O Dia que Ratinho não se pronunciará sobre o ocorrido. Neste contexto de debate e reflexão sobre racismo e respeito, a comunidade online se uniu em apoio a Cíntia.

Ratinho muda radicalmente o visual para 2024. Veja o resultado!

Muitos internautas enfatizaram a importância de não se silenciar diante de atitudes preconceituosas, defendendo o respeito à diversidade e à dignidade de todos. Cíntia Melo agradeceu o apoio recebido e prometeu falar mais sobre o caso, ressaltando a importância de tratar tais questões com discernimento e calma.

Tags: ,

Raphael Araujo Barboza é formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. OFuxico foi o primeiro lugar em que começou a trabalhar. Diariamente faz um pouco de tudo, mas tem como assuntos favoritos Super-Heróis e demais assuntos da Cultura Pop (séries, filmes, músicas) e tudo que envolva a Comunidade LGBTQIA+.


×