‘Grosseiro’, diz ex-motorista a respeito de irmão de Shakira

Por - 10/10/23 às 12:12

ShakiraShakira / Reprodução / Instagram /@shakira

As desavenças de Shakira com a Espanha, em meio à sua briga com o fisco espanhol e sua separação de Gerard Piqué, continuam. Dias atrás, sobrou até para o irmão da cantora, seu ‘braço-direito-e-esquerdo’ Tonino Mebarak, que é quem a acompanha até nos encontros com amigos.

Um ex-motorista da artista relatou ao programa de fofocas espanhol “Socialité” que enquanto trabalhou para a cantora, precisou seguir algumas regras, impostas por Tonino, entre elas, abaixar o retrovisor do carro para não olhar diretamente para Shakira, já que, cruzar olhares ou dirigir-se diretamente a ela, estava terminantemente proibido.

Outra das declarações explosivas do homem que preferiu ficar no anonimato, é que o irmão da cantora é uma pessoa grosseira, que gritava o tempo todo, e ainda apontou Tonino como sendo o principal informante dos paparazzi.

O motorista afirmou que quando os fotógrafos sabiam onde Shakira ia estar, seu irmão o acusava de ter vazado a informação.

“Ele culpa todo mundo, os motoristas, funcionários, por qualquer tipo de vazamento, quando era ele quem estava totalmente em conluio com os paparazzi. Claramente, ele lhes dava instruções por telefone, por exemplo: ‘Shaki não sai mais hoje'”, revelou o homem à “Socialité”.

PRISÃO?

Segundo a revista espanhola “Vanitatis”, o paparazzo espanhol Jordí Martín, que persegue Gerard Piqué e sua namorada Clara Chía desde o dia 1, pode ser levado aos tribunais em um julgamento sem precedentes. O juiz que cuida do caso de assédio que o ex de Shakira e a estudante abriram em junho deste ano, vê ‘relevância criminal’ na conduta e acusações contra o fotógrafo, e na próxima semana vai decidir se o processo vai à julgamento.

Uma fonte contou à publicação que Martín poderia passar um tempo atrás das grades se for considerado culpado no processo.

“A acusação de Clara Chía vai pedir que o caso vá a julgamento e então Martín vai acabar no banco dos réus. O juiz retirou a ordem de restrição contra Jordí, mas se nesse período ele se aproxima deles novamente, isso poderá significar um agravamento de sua situação”, justifica o informante.

Em um comunicado com data de 4 de setembro que a revista teve acesso, o juiz ordenou “continuar com a tramitação deste processo relativamente a Jordi Martín, para o que transferirá as acusações ao Ministério Público e posteriormente às acusações feitas para que, no prazo de 10 dias, possam formular acusação escrita, na qual solicitam a abertura de julgamento oral.”

Clara Chía assegura que por conta do assédio e invasão de privacidade do fotógrafo, passou a sofrer “um grau moderado de transtorno adaptativo” e sentimentos de ‘insegurança, angústia e alteração do seu modo de vida’.

O fotógrafo foi o autor da primeira imagem em que Chía e Piqué apareceram juntos, publicada na capa de uma conhecida revista.

Cabe relembrar que em 2018 a própria Shakira abriu um processo contra esse paparazzo, exigindo que ele não se aproximasse dela e dos filhos.

Segundo a artista, Jodrí e os paparazzi seguiam ela e seus filhos quando eles iam para a escola, por isso as crianças choravam de medo. Shakira, que testemunhou perante o juiz, disse que vivia sitiada e acusou Martín de até vasculhar seu lixo para encontrar informações sobre sua família.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×