Ivete Sangalo fala em gestão de crise, após cancelamento de show

Por - 18/05/24 às 09:17

Ivete Sangalo no Carnaval de Salvador - Foto Andre MuzellFoto Andre Muzell

Ivete Sangalo foi uma das atrações do segundo dia do Marketing Network Brasil (MNB), evento realizado pelo Grupo Meio & Mensagem no Tivoli Eco Resort, na Praia do Forte, Bahia.

Na ocasião, a cantora foi entrevistada pelo Meio e Mensagem e comentou sobre gestão de crise, após o cancelamento de sua turnê comemorativa de 30 anos de carreira. O contratempo ocorreu por conta de desavença com a produtora 30e.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

Ivete ressaltou o fator responsabilidade (ou a falta dela) e o fato de não colocar a si mesma no primeiro plano, fazer e depois ver o que acontece. “Não, só vou fazer se for possível fazer. Do lado de lá tem pessoas que são importantes para mim. Essa carreira não foi construída exclusivamente com a minha vontade ‘ah, vou querer ser uma cantora, ter 30 anos de carreira e foda-se o resto’. Peguei a vaidade joguei na gaveta e disse ‘fique aí, já já eu lhe pego’”, comentou dizendo, com isso, ter seguido a razão e a responsabilidade, ignorando a vaidade, que é, segundo a cantora, uma cobra peçonhenta.

Ivete também contou estar havendo uma série de especulações e notícias falsas sobre esse cancelamento, mas que não iria entrar “nessa roda de especulações”.

Ivete Sangalo se pronuncia sobre o cancelamento da turnê

Mal-estar no Carnaval

Em outro momento, ela relembrou o que ocorreu no Carnaval deste ano quando cima do trio elétrico teve de “debater” com Baby do Brasil e de acalmar foliões em congestionamento e atrasos de trios.

Questionada sobre que conselhos daria para a resolução rápida de uma crise, a cantora diz que “o grande barato de administrar uma crise é a transparência”, que pode até ser mais difícil de administrar em princípio, mas é o melhor caminho para a resolução – conselho que aplica até ao filho de 14 anos, de quem diz exigir sempre a verdade. “A condição do erro, do equívoco, do não posso voltar atrás agora isso é pra todo mundo na vida, só que a gente tem que admitir quando erra”, afirmou. Ainda mais quando isso envolve um consumidor. “Meu fã não sabe todo o emaranhado, a estratégia para chegar a ele, que não pode ser só um número, objetificado”, acrescentou, dizendo ser esse o caminho menos tortuoso a tomar.

Jornalista desde 2000, iniciou a carreira como redatora do site OFuxico em 2002. Anos mais tarde, trabalhou como editora no site Famosidades (MSN), tendo passagem ainda como repórter na Quem, jornal Agora S. Paulo (Folha de S. Paulo), R7 e retornou em 2015 como editora do site OFuxico.


×