Quem é Luiz Pratines, o mestre em tecnologia que perdeu R$ 1 milhão no ‘Domingão Com Huck’?

Por - 04/12/23 às 11:29

Luiz Pratines, participante do quadro "Quem Quer Ser Um Milionário", do "Domingão Com Huck"Reprodução/ TV Globo

Tá difícil de Luciano Huck liberar o prêmio de R$ 1 milhão no quadro “Quem Quer Ser Um Milionário”… No programa exibido no domingo, 03 de Dezembro, Luiz Pratines foi a “bola da vez”.

Mestre pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, o ITA, o participante errou a última pergunta e perdeu o prêmio máximo. O recifense avançou todas as etapas até chegar ao questionamento final do programa.

Foi exatamente na “pergunta do milhão” – que se ele errasse tinha a garantia de conquistar R$ 300 mil – que Luiz ficou em dúvida. A pergunta era sobre duas práticas esportivas que deram origem ao futebol.

“Tsu Chu e Harpastum foram práticas esportivas que deram origem a qual destes esportes?”. As opções de resposta eram: Natação, Futebol, Judô e Esgrima.

O participante pediu ajuda e as alternativas “Natação” e “Judô” foram retiradas: ““O que eu me recordo é que uma das práticas esportivas que deu origem ao futebol era um jogo que existia na América Central, que passavam pelotas de bola através de uma argola, e não é nenhum desses nomes aqui. A esgrima… Tô tentando a origem etimológica da palavra Harpastum. Se eu desistir, 500 mil, mas também tem a grande chance de chegar em R$ 1 milhão. É um salto no escuro”, disse ele, antes de arriscar.

Pratines apostou em “esgrima”, mas a resposta certa era “futebol”. Vale destacar que esta foi a terceira vez que um participante avançou até a etapa final da atração. A primeira vez foi em dezembro de 2021. A mais recente, no último mês de novembro, com um jovem estudante de Harvard

Quem é Luiz Pratines

Apaixonado por aviação, Luiz Pratines, de 51 anos, já trabalhou na Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica), tem mestrado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica, o ITA.

Ele já morou em Dubai por 16 anos e, atualmente, vive na França.

Nos bastidores, Luiz comentou: “Eu estava com uma chance bastante grande. Eu parti do princípio de que o público não iria me ajudar. De qualquer forma, não posso pensar em perder. Eu ganhei! Ganhei muitas coisas. Ganhei, obviamente, esse prêmio, mas ganhei também a oportunidade de contar minha história, partilhar essa história com vocês”, disse ele.

O recifense, apesar da frustração, ainda brincou: “Infelizmente não deu pra chegar no milhão, frustrei esse sonho do Luciano, mas vamos lá, vamos ver se meus companheiros conseguem!”

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×