Sharon Stone diz que ‘perdeu’ a carreira por problemas de saúde

Por - 10/10/23 às 23:00

Sharon StoneSharon Stone / Reprodução TV / YouTube

Sharon Stone está relembrando seu problema de saúde, quando sofreu um sangramento no cérebro em 2001, dizendo que hoje se sente agradecida por ter, naquela época tão complicada, ter priorizado a maternidade em vez de sua carreira. A atriz de 65 anos disse em uma entrevista à revista “People” que não se arrepende de ter feito da família sua prioridade número um.

Mãe de Roan, 23, Laird, 18, e Quinn, 17, Sharon sente que por conta disso ela ‘perdeu’ sua carreira.

Ela disse: “Perdi todas aquelas coisas que você acha que são sua verdadeira identidade e sua vida… Nunca recuperei a maior parte, mas cheguei a um ponto em que estou bem com isso, em que realmente reconheço que sou o suficiente”, justificou.

Mas a atriz também reconhece que sua reputação de ‘pessoa difícil’ ajudou a prejudicou sua carreira, principalmente por causa de seus discursos pró-mulheres, que naquela época ainda não eram tão comuns:

“As pessoas me achavam ‘difícil’ porque eu pedia essas coisas e esperava receber as coisas que considerava corretas e apropriadas para mim e para outras mulheres”, relembra.

Hoje Sharon Stone se sente bem consigo mesma e não tem arrependimento algum sobre o caminho que resolveu seguir.

SUPERAÇÃO

Sharon Stone compartilhou com seus seguidores no ano passado sua própria história pessoal de superação, em relação às suas tentativas para ser mãe. A atriz contou que teve nove abortos espontâneos ao longo dos anos.

Stone escreveu: “Perdi nove filhos por aborto espontâneo. Não é uma coisa pequena, física ou emocional, mas nos fazem sentir que é algo para suportar sozinho e secretamente com algum tipo de sensação de fracasso. Em vez de receber a tão necessária compaixão, empatia e cura de que tanto precisamos.”, comentou.

“A saúde e o bem-estar femininos deixados aos cuidados da ideologia masculina tornaram-se, na melhor das hipóteses, negligentes, ignorantes de fato e violentamente opressivos em seu esforço”, contou antes de explicar que seus abortos estavam relacionados aos problemas de saúde que ela tem como doença autoimune e endometriose.

“Quando perdi meu último bebê, passei por 36 horas de trabalho de parto sem dar à luz. As enfermeiras até passaram o dia de folga comigo. Sem elas eu teria estado sozinha.”, comentou.

Depois de viver o drama das perdas, Stone adotou seu filho mais velho, Roan, agora com 23 anos, com o então marido Phil Bronstein em 2000. Depois que o ex-casal se divorciou em 2004, Stone adotou Laird, agora com 18 anos, e Quinn, 17, em 2005 e 2006, respectivamente.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×