Entenda o que está por trás da internação do ex-BBB Diego Alemão

Por - 06/10/23 às 18:40

Diego AlemãoReprodução/Instagram

Depois de ser preso por porte ilegal de arma, o ex-BBB Diego Alemão foi transferido do centro de reabilitação para uma clínica psiquiátrica. A internação foi espontânea, confirmou o advogado Jeffrey Chiquini.

Vale lembrar que, no dia 26 de setembro, Alemão foi visto em Ipanema e estaria, segundo testemunhas, afirmando, no meio da rua, que “iria efetuar disparos” e que “estava apontando a arma para todos na região”.

Ele então foi preso e pagou fiança de R$ 4 mil. Após a confusão, Diego foi internado em uma clínica de reabilitação, conforme comunicado de sua equipe.

“Diego, infelizmente, vem sofrendo de um mal que tem acometido muitas pessoas atualmente. Há alguns meses tem enfrentado profunda depressão e uso de substâncias químicas”, afirmou Jeffrey.

Saúde de Diego Alemão

O campeão do “Big Brother Brasil 7” tomou a decisão de mudar da clínica de reabilitação para uma clínica psiquiátrica. Enquanto a primeira foca o tratamento da dependência química com abordagens terapêuticas, a segunda atende pessoas em estado de descontrole ou crise mental.

“Por recomendação médica, ele foi transferido para tratamento especializado. Queremos discrição e sigilo das informações para melhor recuperação dele”, detalhou o advogado de Alemão em nota à CNN.

Ex-namorada comenta o caso

Iris Stefanelli, que participou da mesma temporada do reality e viveu um romance com o campeão, se pronunciou sobre o diagnóstico do influenciador. “Fiquei muito surpresa. O Alemão é muito alegre, ele é vida, eu fiquei muito surpresa com essa parte da depressão”, disse.

Ela ainda manifestou seu apoio e contou que torce pela recuperação do ex: “Sei que depressão é algo físico que acontece no corpo, mas a gente está aqui torcendo por você, Alemão. Se cuida, porque você tem uma família maravilhosa, seus pais, não deixe a depressão te dominar. Estou aqui torcendo para todos vocês, dona Mirna e seu Max, Fernanda, e vai dar tudo certo”. 


×