Ex-ator da Disney abre o jogo sobre prisão

Por - 30/08/23

Mitchel Musso em 'Hannah Montana' e no fichamento policial

Preso no último final de semana no Texas, nos Estados Unidos, Mitchel Musso foi liberado no mesmo dia após o pagamento da fiança de US$ 1 mil, equivalente a R$ 4,9 mil. Nesta quarta-feira, 30 de agosto, o ator se pronunciou pela primeira vez sobre o ocorrido.

Conhecido por interpretar Oliver Oken na série “Hannah Montana”, o artista negou as acusações de roubo e embriaguez em público, atitude que é considerada um crime no país. “Eu definitivamente não estava bêbado nem bebendo, e não houve absolutamente nenhum roubo. É lamentável, um mal-entendido”, declarou.

No sábado, a ex-estrela da Disney foi detida em Rockwall, após a polícia atender a uma chamada de um hotel local, onde testemunhas relataram que Musso estava se comportando de forma estranha, além de ter roubado um saco de batatas fritas em um mercado de alimentos. Segundo relatos, os funcionários do local exigiram que ele pagasse, mas Musso supostamente não se importou e foi embora.

Durante seu pronunciamento, ele negou que tenha aberto o pacote de salgadinhos, alegando que um funcionário do hotel, que parecia “extremamente insatisfeito” e apresentava um comportamento “desequilibrado”, recusou seu atendimento porque ele estava vestindo apenas bermudas de piscina. “Não sabia que era ilegal não usar camisetas nos dias de hoje”, disse o ator.

Ele explicou que estava com amigos se divertindo em um porto próximo ao local e foi à loja para reabastecer seu estoque de salgadinhos. Segundo Musso, o funcionário do local estava “agitado desde o início” e tirou as batatas de suas mãos. “Ele me disse para ‘cair fora’, foram as palavras que ele usou. E isso meio que me deixou irritado. E ele disse, ‘Vou chamar a polícia’, e eu disse ‘vá em frente’”, relembrou.

Apesar do ocorrido, Musso já enfrentou problemas com a polícia local antes. Ele enfrenta ocorrências de multas de trânsito não pagas, registro vencido, falta de exibição de carteira de motorista e violação do prazo de comparecer ao aviso prévio.

Na opinião do ator, as duas multas sem pagamento, que datam de 2019, foram o real motivo de sua prisão. “Eu não moro em Rockwall há anos e acho que eles estavam enviando para a minha antiga casa lá. E isso se tornou um mandado de prisão e eles usaram isso contra mim. Desde então, todos esses mandados foram pagos e a questão foi resolvida”, afirmou em entrevista ao portal Entertainment Weekly.