Ex de P. Diddy, Cassie, está colaborando com as autoridades

Por - 05/04/24 às 22:01

Cassie e P. Diddy quando namoravam.Cassie e P. Diddy quando namoravam / Reprodução / Instagram/@cassie

Embora em novembro do ano passado, Cassie Ventura chegou a um acordo financeiro com o ex, Sean ‘Diddy’ Combs, para finalizar o processo que iniciou contra ele, depois de acusá-lo de abuso sexual e tráfico sexual, hoje em dia a cantora aparece como principal colaboradora das autoridades, em meio às investigações contra o rapper e produtor musical.

P.Diddy está decidido a limpar sua imagem

Fontes do site TMZ afirmam que Cassie tem estado em negociações com as autoridades encarregadas da investigação federal.

A artista de 37 anos supostamente começou a trabalhar com a polícia há várias semanas, antes das batidas nas casas do rapper, em Los Angeles e Miami. Não está claro exatamente o que a cantora disse às autoridades. Ela e Diddy namoraram de forma intermitente por uma década antes de se separarem definitivamente em 2018.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

Cassie foi a primeira pessoa a se manifestar sobre o suposto abuso que sofreu nas mãos do cantor, durante seu romance de quase 10 anos.

No processo bombástico, Cassie alegou que o homem de 54 anos a estuprou, a forçou a usar drogas e a forçou a fazer sexo com garotos de programa enquanto ele filmava.

O processo alegou que Diddy – que negou veementemente todas as acusações feitas contra ele – “era propenso a uma raiva incontrolável e frequentemente espancava a Sra. Ventura de forma selvagem”.

P. Diddy volta às redes sociais com foto fofa da filha

A cantora afirmou que Combs a estuprou e “bateu nela com frequência”, entre outras coisas.

“Depois de anos em silêncio e escuridão, finalmente estou pronta para contar minha história e falar em meu nome e em benefício de outras mulheres que enfrentam violência e abuso em seus relacionamentos”, disse Cassie na época.

Novas Acusações

A Segurança Interna revirou as duas residências principais de Combs de cabeça para baixo na semana passada, depois de obter mandados de busca do tribunal federal do Distrito Sul de Nova York.

Desde então, várias outras pessoas acusaram Combs de agressão sexual – incluindo o produtor Rodney “Lil Rod” Jones.

Nova acusação de estupro de uma menor complica a vida de P. Diddy

Jones acusou seu ex-empregador de agredi-lo sexualmente repetidamente de setembro de 2022 a novembro de 2023 em uma ação movida em fevereiro.

O produtor alegou que Diddy apalpava seus órgãos genitais e tocava seu ânus para prepará-lo para fazer sexo. No entanto, Jones afirmou que Combs minimizaria seus avanços sexuais como “brincadeiras”.

Ele também alegou que Combs o forçou a ter relações íntimas com profissionais do sexo – supostamente o drogando e estuprando uma vez durante uma festa.

Combs também negou as acusações de Jones.

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×