Entenda a Paralisia de Bell, doença que afetou Fernanda Gentil

Por - 27/02/24

Entenda a Paralisia de Bell, doença que afetou Fernanda Gentil

Conforme OFuxico noticiou, em um vídeo publicado no Youtube, Fernanda Gentil fez um alerta sobre seu diagnóstico de Paralisia de Bell, problema que a pegou de surpresa logo após o carnaval. Entenda a doença e saiba como tratar!

O que é a Paralisia de Bell?

Imagine acordar um dia e descobrir que um lado do seu rosto simplesmente não responde como deveria. Isso é o que acontece com quem sofre da Paralisia de Bell, um distúrbio súbito que deixa os músculos faciais de um lado do rosto paralisados. A condição torna difícil realizar movimentos simples como sorrir ou piscar.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

Um olhar sob o microscópio

A Paralisia de Bell ocorre quando o nervo facial, responsável por transmitir os comandos para os músculos da face, sofre uma inflamação. Esse nervo passa por um canal ósseo estreito atrás da orelha, e qualquer inchaço pode comprimi-lo, afetando sua função. Sem os impulsos nervosos corretos, os movimentos faciais se tornam impossíveis de um lado do rosto, levando a uma assimetria que muitos acham perturbadora.

Pedro Manso, imitador de Faustão, revela diagnóstico de demência. Vídeo!

Fatores de risco e causas misteriosas

A Paralisia de Bell pode atingir qualquer pessoa, mas alguns têm um risco maior, como indivíduos acima dos 40 anos, grávidas, diabéticos e aqueles que enfrentam infecções respiratórias. A causa exata permanece um mistério, mas estudos sugerem uma ligação com infecções virais ou bacterianas, além de fatores como estresse e traumas.

Amy Schumer é diagnosticada com síndrome de Cushing

Sintomas visíveis e diagnóstico

Os sintomas são inequívocos: a paralisia súbita de um lado do rosto se destaca. Outros sinais incluem dor de ouvido, dificuldade em fechar o olho no lado afetado, e alterações no paladar. O diagnóstico é clínico, mas exames como a eletroneuromiografia podem ajudar a avaliar a extensão do dano.

Wendy Williams é diagnosticada com demência frontotemporal

Tratamento: Uma abordagem personalizada

Embora muitos casos de Paralisia de Bell se resolvam espontaneamente, o tratamento pode acelerar a recuperação e minimizar o risco de complicações. A terapia inclui medicamentos anti-inflamatórios, cuidados com os olhos, fisioterapia e, em alguns casos, fonoaudiologia. A cirurgia geralmente não é recomendada, mas técnicas como a aplicação de botox podem ser úteis em casos específicos.

Rei Charles fala pela 1ª vez após diagnóstico de câncer: ‘Encorajador’

Prevenindo complicações

A principal preocupação é evitar o ressecamento do olho, que pode levar a danos graves na córnea. Por isso, a lubrificação constante do olho é crucial. Exercícios para o rosto e acompanhamento médico também são importantes para garantir uma recuperação completa e evitar sequelas.

Vanessa Lopes fala sobre seu diagnóstico: ‘quadro psicótico agudo’

A Paralisia de Bell é uma condição que impacta profundamente a vida de quem a enfrenta, mas a boa notícia é que a maioria se recupera completamente, especialmente com tratamento adequado. Entender a doença é o primeiro passo para lidar com ela de maneira eficaz e retomar uma vida normal o quanto antes.

As informações são do portal do Dr. Drauzio Varella.

Idealizadora do site OFuxico, em 2000 segue como CEO e Diretora de Conteúdo do site. Formada em jornalismo pela Faculdade Casper Líbero, desde os anos 1980 trabalha na área do jornalismo de entretenimento. Apaixonada por novelas, séries, reality, cinema e estilo de vida dos famosos.