Fã de Taylor Swift joga sal grosso no Allianz Parque antes de show

Por - 24/11/23

Taylor SwiftAgNews

A “The Eras Tour”, de Taylor Swift, chegou com muito caos no Brasil. A passagem da artista pelo Rio de Janeiro foi repleta de polêmicas. Primeiro, aconteceu a morte da fã Ana Benevides, de 23 anos, que provavelmente faleceu devido ao calor extremo, já que a sensação térmica no Engenhão no momento do show chegou perto de 60 graus.

Depois, a famosa adiou o segundo show que faria na cidade por conta do grande calor e a decisão gerou polêmica por ter sido considerada “em cima da hora”. Por fim, no último show realizado na Cidade Maravilhosa, o salto de Taylor quebrou em cima do palco.

Agora, a loira se prepara para se apresentar em São Paulo, no Allianz Parque, nos dias 24, 25 e 26 de novembro. Com medo de dar errado, uma fã da artista decidiu jogar sal grosso no estádio do Palmeiras. O produto é conhecido popularmente por limpar as energias ruins. “Agora a Taylor pode vir”, escreveu uma internauta.

A atitude foi incentivada até mesmo por torcedores do Palmeiras, que ainda tem chance de vencer o Campeonato Brasileiro. “Obrigada swifties por jogarem sal grosso no Allianz e afastar todo o mal nessa reta final de brasileirão”, escreveu um torcedor.

Esquema de segurança

Em um comunicado enviado para a imprensa, na quinta-feira 23 de novembro, a T4F, responsável pela turnê The Eras Tour de Taylor Swift, voltou a informar sobre medidas tomadas após o lamentável incidente que terminou com a morte da jovem Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos, na sexta-feira, 17, primeiro dia de apresentação no Rio de Janeiro.

O esforço da produtora acontece tardiamente, quase uma semana após a morte de Ana Clara. Até então a empresa não se preocupou de oferecer qualquer auxílio a família da fã em assuntos emergenciais como  o traslado do corpo para o Mato Grosso, processo que foi custeado por fãs da cantora e demais brasileiros que aderiram a uma campanha criada nas redes sociais para arrecadar o dinheiro necessário para arcar com os custos. A ação conseguiu levantar R$ 30 mil em cerca de 12 horas e custeou o traslado.

A produtora informa que reforçou seus cuidados para os shows dos dias 24, 25 e 26 de novembro, em São Paulo. A “equipe de apoio foi ampliada para orientação ao público, distribuição de água e cobertura médica”. Ainda segundo a T4F, equipes realizarão a distribuição de água gratuita nas filas e nas entradas do estádio. “Os pontos de fornecimento gratuito de água também estarão à disposição do público durante o evento, além dos bebedouros do estádio”.

---