A Fazenda 15: Filha de Cariúcha se pronuncia sobre atitudes homofóbicas da peoa. Entenda!

Por - 09/10/23 às 22:25

A Fazenda 15 - Mirella e a mãe, CariúchaMirella, filha de consideração de Cariúcha, não aprova as atitudes da peoa - Foto: Reprodução/ Instagram @mibasilio

Mirella Basílio, a filha trans que Cariúcha costuma citar no game, se pronunciou na noite desta segunda-feira, 09 de outubro, sobre as atitudes recentes da mãe, envolvendo acusações de homofobia no reality rural.

A jovem, que revelou ser filha de consideração, “adotada” pela funkeira em 2017, fez um longo relato demonstrando apoio, mas sem deixar de apontar os erros da peoa.

“Não apoio nenhum tipo de atitude preconceituosa ou homofóbica. Assim como ela lá dentro cometeu essas atitudes sem pensar, eu também já cometi e tive atitudes parecidas. Eu sofri, me redimi, pedi perdão. Quando a gente reconhece nossos erros, evoluímos como ser humano”, iniciou Mirela Basílio.

A jovem confirmou que a Garota da Laje costuma sim ajudar projetos sociais envolvendo a comunidade LGBTQIAP+: “Por mais que ela tenha errado, estão dizendo que ela nunca fez nada para causa LGBTQIA+. Ela contribuiu, sim, Além de ser mãe de uma mulher transexual e ter me tirado de condições precárias, ela ajudou várias pessoas, instituições, eventos de arrecadação para pessoas em situação de rua”, afirmou.

A filha de Cariúcha detalhou que era fã da artista e foi assim que se aproximou dela: “Fui a primeira a criar um fã-clube para ela. Comecei a sofrer violência doméstica e a pessoa mais próxima de mim era ela e ela me chamou parar morar com ela”.

Mirella ainda ressaltou que Cariúcha acompanhou sua transição de gênero: “Ainda não havia iniciado a transição por medo da minha família não me aceitar. Eu quase fiquei na rua e não tive ninguém para me ajudar. Naquele momento, quando uma pessoa praticamente estranha me ajudou, vi que família não significa sangue, e sim atitudes de pessoas que vão agregando em sua vida”.

A jovem acredita que a mãe de consideração vai rever as atitudes e entenderá os erros: “Assim que ela sair, ela vai rever tudo para que tudo seja resolvido. Ela sabe que errou e tem que se redimir”.

Cariúcha é homfóbica?

Por mais que tenha “jogado” a responsabilidade do puxão de orelha de Adriane Galisteu sobre homofobia para outra pessoa, Cariúcha percebeu que as ofensas direcionadas a Lucas Souza, chamando o peão de “p*tinha safada”, não pegaram bem.

Cézar Black, na dinâmica Fogo no Feno, realizada na noite de domingo, 08de outubro, apontou o preconceito na fala da peoa e ela subiu nas tamancas.

“Lave a sua boca pra falar de homofobia. Porque a pessoa que mais combate a homofobia nesse país sou eu! Eu adoto gays, eu tiro da rua, eu adoto mulheres trans, eu sou madrinha da diversidade pelo Rio de Janeiro”, disparou a Garota da Laje.

Cariúcha, que se identifica como mulher bissexual, continuou: “Lave a sua boca pra falar das minhas gays, seu imundo! E ‘p*tinha safada’ não é xingamento, é gíria”.

Tags: ,,,

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×