Luisa Thiré e Carolyna Aguiar estrelam espetáculo

Por - 21/06/23 às 23:00

Luisa Thiré e Carolyna AguirarDivilgação/Pino Gomes

Luisa Thiré e Carolyna Aguirar estão prontas para a temporada da peça “A Inquilina”. A produção estreia no Teatro do Sesc Bom Retiro, em São Paulo, com a temporada de 7 de julho a 6 de agosto, de quinta a domingo.

A peça da dramaturga, escritora e romancista americana Jen Silverman será encenada pela primeira vez no Brasil, com direção de Fernando Philbert, tradução e adaptação de Diego Teza.

Na peça, as atrizes e produtoras Luisa Thiré e Carolyna Aguiar falam das dores e delícias das mulheres de 50+.

A HISTÓRIA

A Inquilina é a história de duas mulheres acima dos 50 anos que querem dar uma virada na vida. A partir de um encontro, elas se espelham e se revelam. Tão diferentes e com vidas tão distintas – uma mora no Interior; outra, na cidade grande, ambas tem em comum a solidão nas dores e delícias de estarem nessa fase da vida, sem a demanda de filhos e de um casamento. Sharon (Luisa Thiré), 52 anos, dona de casa, mãe, divorciada, vivendo numa zona rural se vê sozinha, sem perspectivas e sem recursos para se manter. Decide então, alugar um quarto de sua casa e dividir as despesas. Robyn (Carolyna Aguiar), 53 anos, cosmopolita, vegana, lésbica e também mãe, precisa de um lugar para se esconder e uma chance de começar. Tudo em Robyn desperta uma curiosidade avassaladora em Sharon. Quando esta começa a descobrir os segredos de sua inquilina, sente-se encorajada a transformar sua vida completamente.

AS ATRIZES

Aos 52 e 53 anos, respectivamente, Luisa Thiré e Carolyna Aguiar nem de longe pensam em diminuir a marcha. Estão no auge de suas vidas e tem um turbilhão de projetos a serem realizados. Entusiasmadas pelo tema, se misturam com as personagens ao falar de si mesmas enquanto definem Sharon e Robbin, seus papeis no espetáculo. Mistério, humor, acidez, leveza, paixão e liberdade são ingredientes desta comédia dramática, que põe em xeque a capacidade das mulheres 50+ de se reinventarem. O resultado é uma história engraçada, surpreendente e bela sobre as alegrias e terrores da reinvenção pessoal na idade madura.

“Eu me sinto tão cheia de vontades, até mais esperta, mais viva que há alguns anos quando estava assoberbada de tarefas maternas, matrimoniais e de trabalho. É hora de olhar pra mim, saber como quero que o mundo me veja. O que é essa nova adolescência, quando a gente sai assim para o mundo”, diz, Luisa entre risos. “Quero entender como é esse envelhecimento, esse amadurecimento.” Como a amiga, Carolina não se sente resolvida ou pronta para se aposentar em nenhuma instância da existência. “Ela sempre me parece curta demais para tudo que eu ainda tenho pra descobrir. Todas as mulheres da minha família viveram mais de 90 anos; então, fiz uma promessa de até os 45 estar dando cambalhotas, estrelas e piruetas, brincando como criança pelo menos até a metade da vida.”

Luisa fala no plural: “Na peça queremos tratar dessa mulher de 50+. Queremos nosso espaço e individualidade, independente de ser mãe, esposa, amiga, dona de casa ou profissional. A gente precisa ser feliz. Tenho em comum com minha personagem este momento da vida tão delicado, às vezes difícil, um terror mas também delicioso. É disso que estamos falando na peça”. Carol, como é chamada por Luisa, segue: “Depois de meio século sinto que minha curiosidade, meu amor pela vida, meus medos e inseguranças, minha coragem e meu desejo

não se arrefeceram. É só respirar fundo, olhar o fim do mar no horizonte, aprender uma música nova no piano, dançar ao vento… que uma onda de inocência, vigor, alegria e contentamento me invadem. E vejo mais 50 anos de múltiplas estradas a minha frente”.

SERVIÇO

A INQUILINA. Estreia 07/07/2023. Temporada – Quinta a sábado 20h. Domingo às 18h. Temporada até 06/08/23. Duração 75 minutos. Preços – R$ 50,00, R$ 25,00 e R$ 15,00. Classificação etária – 16 anos.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Jornalista desde 2000, iniciou a carreira como redatora do site OFuxico em 2002. Anos mais tarde, trabalhou como editora no site Famosidades (MSN), tendo passagem ainda como repórter na Quem, jornal Agora S. Paulo (Folha de S. Paulo), R7 e retornou em 2015 como editora do site OFuxico.


×