Monique Evans sofre homofobia: ‘Disseram que meus netos iam sentir vergonha’

Por - 03/01/24 às 18:00

Monique Evans e Cacá WerneckFoto: Reprodução/Instagram

Monique Evans, de 67 anos, e Cacá Werneck, de 39, estão juntas há 10 anos, mas continuam tendo que lidar com comentários preconceituosos de alguns seguidores. Desta vez, elas foram criticadas por um vídeo se beijando e a apresentadora não deixou barato.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

“Estou um pouco chocada. Postei um vídeo meu com a minha mulher, a gente vai casar agora em maio, esse ano a gente faz 10 anos juntas… postei um vídeo de um beijo básico, simples. Não foi um selinho, mas também não foi um beijo e tiveram vários comentários legais e alguns comentários homofóbicos”, começou nas redes sociais.

Ela desabafou e contou que as pessoas chegaram a falar de seus netos, que têm pouco mais de um mês de vida, dizendo que eles sentiriam vergonha da avó. Além disso, Monique disse que a filha, Bárbara Evans, e o restante da família sentem muito orgulho.

Saiba como foi o primeiro encontro de Monique Evans com os netos

“Eu acho estranho pelo seguinte: o tempo inteiro tem beijos entre homens e mulheres na web e as pessoas comentando ‘shippam?’, ‘casal novo’, ‘lindos’. A gente estava simplesmente demonstrando carinho, um beijo, e [seguidores] dizendo que meus netos iam sentir vergonha. Bom, tenho uma neta de 14 anos e, cara, o que ela se orgulha do nosso relacionamento. Ela tem muito orgulho, ela ama a gente como casal”, continuou.

A famosa deu detalhes de seu casamento com Cacá, que está sendo planejado. “E por que a Bárbara teria vergonha da gente? Por causa de um beijo? Gente, é a coisa mais normal, até na novela aparece. Não dá para entender. No nosso casamento, vai ter beijo e é a Bárbara que vai me levar até o altar, ela e meu filho. Minha netinha, é a daminha. Não tem preconceito algum na família.”

Bárbara Evans abre o jogo sobre climão com a mãe Monique Evans

“Vocês acham que esses netos vão ser criados sem ver que a gente é um casal? Não, nós somos assumidas total, ninguém tem vergonha. Agora, eu podia processar todo mundo que colocou nojinho pra gente, isso é preconceito. É muito triste ver que ainda tem gente que é preconceituosa”, lamentou.


×