Vilma Nascimento, um dos ícones do Carnaval do Rio de Janeiro, é acusada de roubo. Vídeo!

Por - 23/11/23 às 13:40

Vilma Nascimento, porta-bandeira veterana da PortelaVilma Nascimento é um dos ícones do carnaval - Foto: Portela

Após receber uma homenagem no Congresso Nacional, Vilma Nascimento chegou ao aeroporto de Brasília onde pretendia embarcar para o Rio de Janeiro, onde mora. Mas a veterana porta-bandeira de 85 anos, ícone da Portela eternizada o carnaval carioca como “Cisne da Passarela”, foi acusada de roubo.

Vilma foi abordada por uma segurança em uma loja do aeroporto de Brasília, na última terça-feira, 20 de novembro, Justamente no dia da Consciência Negra. Para ela, não passou de uma situação de racismo.

“Nunca pensei, na minha vida, passar por isso”, disse a sambista.

Talíria Petrone, deputada federal do PSOL, presenciou a lamentável cena e compartilhou imagens nas quais Vilma aparece guardando seus pertences, ainda na loja.

Bernard Nascimento, neto da porta-bandeira, contou que ela estava acompanhada pela filha, Danielle, também porta-bandeira, quando foi abordada pela segurança que pediu que ela abrisse a bolsa para revistar.

“A segurança vem e pede pra ela abrir a bolsa. Aí, ela falou: “eu não vou abrir. Você quer ver minha bolsa? Chama a polícia porque pra você eu não vou abrir”, disse inicialmente Vilma, que acabou cedendo a abordagem.

“Ela não queria abrir, a minha tia convenceu ela de abrir e abriram. A mulher fez ela tirar tudo da bolsa. E depois que tirou tudo, a mulher falou pra algum supervisor: ‘não, realmente não tem nada na bolsa delas não’”, contou o Bernard ao jornal Extra.

Tristeza na volta pra casa

Segundo Bernard, a situação aconteceu já no horário de sua avó e sua tia embarcarem:

“Minha tia ainda filmou um trecho e aí eles começaram a falar. Só estavam esperando elas para entrar no avião. Minha avó está revoltada por ter que passar por isso. Uma vergonha absurda. Ela chegou no Rio muito triste. — afirmou.

Quem é Vilma Nascimento

Em 1957, quando estreou como porta-bandeira da Portela, Vilma Nascimento já deixou seu nome cravado na história do samba. Ela desfilou defendendo a bandeira oficial da agremiação até 1968 e passou a desfilar como destaque entre 1970 e 1976.

Em 1977 Vilma voltou a empunhar a bandeira da azul e branco 1980. A veterana parou de desfilar em 1982, não carrega mais o pavilhão na avenida, mas é figura cativa, indispensável e respeitadíssima no Carnaval.

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×