Jorge Ben Jor se separa de sua ‘nega chamada Tereza’ após 50 anos juntos. Saiba detalhes!

Por - 24/11/23 às 13:00

Jorge Benjor e a ex-mulher, Domingas TerezinhaJorge Benjor e Domingas Terezinha ficaram juntos por 50 anos - Foto: Reprodução

Deu no New York Times! Jorge Benjor ainda é Flamengo mas não tem mais uma “nega” chamada Tereza.. O cantor de 84 anos não está mais casado. Ele se separou da loira Domingas Terezinha Inalmo de Menezes, musa inspiradora da maioria de suas canções.

O casamento, que durou 50 anos de casamento, inspirou hits como “País Tropical”, “Cadê Teresa?” e “Domingas”. Com a mulher, Jorge Ben Jor teve dois filhos, Gabriel,que vive nos Estados Unidos, e Tomaso.

Durante a pandemia, o artista foi o único morador do refinado hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Domingas costumava fazer visitas periódicas ao marido. E é lá, em seu próprio Taj Mahal no coração da Zona Sul carioca, que ele permanece vivendo após a separação.

A ex-mulher segue na casa da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, cuja reforma, em 2018, teria sido o motivo do início da crise conjugal. Domingas havia ido para Orlando, onde eles mantém uma mansão, para visitar o filho.

Enquanto isso, no Rio, uma tempestade devastou parte da cidade e as janelas da casa da Barra estavam abertas, causando grande dano.  Irritadíssimo, o cantor se mudou para o Copa Palace, inicialmente por conta das obras de reforma. Mas de lá ele não mais saiu.

Casamento longe dos holofotes

A discrição sempre foi uma marca de Jorge Ben Jor quando o assunto é sua vida. Ao ponto de no dia de seu casamento com Domingas Tereza, em agosto de 1971, por exemplo, ele ter se irritado ao se deparar com a imprensa na Capela de São Pedro e São Paulo, no Morumbi, em São Paulo.

Vale destacar que dois dias antes da cerimônia, ele se pronunciou oficialmente para desmentir os rumores de que iria se casar.

Os filhos do ex-casal também são avessos aos flashes Os únicos momentos compartilhados foram o batizado de Gabriel, que tem Roberto Carlos e Myriam Rios, na época casados, como padrinhos, e o casamento de Tomaso, em 2012, que teve fotos publicadas na revista “Caras”.

A única maneira explícita de Ben Jor citar a família era nas músicas, em especial, Domingas: “Meu anjo azul, minha luz. Meu mar de rosas, Domingas minha companheira, Domingas minha namorada. Você não é Ave Maria, mas é cheia de graça. Que maravilha, pois você é minha, só minha, Domingas”, canta ele na canção que leva o primeiro nome da ex-mulher.

---

Tags:

É jornalista formada pela Universidade Gama Filho e pós-graduada em Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa pela Estácio de Sá. Ela é nosso braço firme no Rio de Janeiro e integra a equipe de OFuxico desde 2003. @flaviacirino


×