Deadpool 3: Taylor Swift vai interpretar personagem mutante?

Por - 27/11/23 às 06:00 - Última Atualização: 26 novembro 2023

Taylor Swift, DeadpoolTaylor Swift, Deadpool / Reprodução TV / YouTube

Taylor Swift conquistou os cinemas em todo o mundo recentemente com o lançamento de seu ‘filme-show’ “Taylor Swift: The Eras Tour” que documenta a turnê de mesmo nome da cantora, que em seu primeiro final de semana em cartaz nos Estados Unidos e Canadá arrecadou US$ 92,8 milhões, tornando-se o filme-concerto com maior bilheteria de todos os tempos, superando o recorde anterior, que era de US$ 72 milhões, alcançado por “Michael Jackson: This Is It”, de 2009.

E agora os boatos de que Swift pode aparecer na terceira parte do filme “Deadpool“, de seu amigo Ryan Reynolds, ficaram mais fortes.

“Deadpool 3” está de volta à produção, após finalizar a greve em Hollywood, com lançamento previsto para o verão americano de 2024, e os fãs da cantora não poderiam estar mais entusiasmados com as especulações de que a popstar teria aceitado participar do filme como a mutante Dazzler, que tem a capacidade de converter vibrações sonoras em raios de luz e energia.

Reynolds falou sobre o assunto ao jornal “Vancouver Sun”, quando recebeu a Ordem da Colúmbia Britânica por todo o trabalho que realizou, representando sua província natal.

“Sim, já ouvi isso [sobre Taylor Swift]”, disse Reynolds com uma risada. “Eu adoro isso… Acho que é um sinal de como as pessoas estão ansiosas para dar uma espiada por trás da cortina deste mundo. Cada um desses segredos e spoilers serão revelados em 26 de julho”, respondeu o ator sem dar mais detalhes sobre a atuação da cantora, que é melhor amiga de sua esposa Blake Lively.

“Deadpool 3” será dirigido por Shawn Levy (Free Guy) e estrelado por Reynolds ao lado dos veteranos de Deadpool Stefan Kapacic (Colossus), Brianna Hildebrand (Negasonic Teenage Warhead), Morena Baccarin (Vanessa), Karan Soni (Dopinder), Leslie Uggams (Blind Al) , Shioli Kutsuna (Yukio) e Rob Delaney (Peter), bem como Hugh Jackman como Wolverine, Jennifer Garner como Elektra e as novas adições Matthew Macfadyen (Succession) e Emma Corrin (The Crown) em papéis ainda não especificados.

Taylor Swift já provou que é capaz de dar muito lucro nos cinemas. Seu filme-documentário também teve um desempenho notável fora dos Estados Unidos e do Canadá, arrecadando US$ 30,7 milhões em seus primeiros dias em cartaz. Em total, o filme arrecadou US$ 123,5 milhões em todo o mundo em seu primeiro final de semana.

O sucesso de bilheteria do filme é um reflexo da popularidade da artista de sua atual turnê.

O filme foi dirigido por Joseph Kahn, que já havia dirigido vários videoclipes de Taylor Swift. O filme apresenta imagens da turnê, bem como entrevistas com Taylor e seus fãs.

---

Tags:

Formada em Ciencias de la Comunicación (México), louca por gatos e fascinada com o mundo dos famosos. Feliz de ser parte do OFuxico desde 2000.


×