Guerra na Ucrânia: repórter brasileiro foge de míssil ao vivo

Por - 10/10/22

repórter foge de míssil ao vivo

O repórter brasileiro Hugo Bachega, correspondente da BBC em Kiev, na Ucrânia, foi surpreendido por um míssil disparado por foças russas, durante uma entrada ao vivo nesta segunda-feira, 10 de outubro. Ao avistar o artefato, ele rapidamente abandou a transmissão.

Leia+: ‘Ninguém descarta um bombardeio atômico’, diz Bial

Bachega relatou o susto ao G1. “Não tem nenhum movimento aéreo em Kiev, helicópteros ou aviões. Então qualquer movimento no céu chama a atenção. Eu vi na hora algo que parecia um míssil e, quando notei o que era e que ele atingiu uma ponte, então sai da posição e fui buscar abrigo”, contou o jornalista, que estava acompanhado do cinegrafista.

O repórter contou que ele e o colega desceram até um abrigo subterrâneo no hotel, e de lá passaram a fazer as transmissões.

O míssil avistado por Hugo Bachega foi o primeiro de uma série de bombardeios lançada pela Rússia nesta manhã após um “período de calmaria” de três meses sem ataques.

“A cidade voltou ao normal, com restaurantes, bares. Tem o toque de recolher, que é às 22h (no horário local), mas há uma sensação de calma estranha, porque muita gente conhece pessoas que estão na batalha. Mas em Kiev, esse ataque quebra um pouco essa normalidade agora”, contou.

Ainda de acordo com o portal, este ataque foi um dos piores bombardeios à capital ucraniana desde o início da invasão russa ao país vizinho. Até o fechamento desta nota, a polícia contou 11 mortes (todos civis) e 64 feridos.

O presidente russo Vladimir Putin alegou que os mísseis lançados nesta segunda-feira são uma “forte resposta” ao bombardeio de uma ponte na Crimeia no último sábado, 8 de outubro, a península ucraniana anexada pela Rússia em 2014. Putin acusou o país adversário pela autoria da explosão e ameaçou um onda de novas investidas.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!