Caetano Veloso não quer ser incomodado: ‘Considerem minha decisão’

Por - 15/12/23 às 17:20

caetano veloso olhando sério para computadorFoto: Reprodução/Instagram @caetanoveloso

Caetano Veloso tem vivido dias bastante intensos de shows e compromissos profissionais nas últimas semanas, e está prestes a concluir sua agenda na Bahia, em dias que prometem ser bem agitados na vida do cantor e compositor, e isso é um detalhe importante.

Bruna Lombardi curte show de Caetano, após mansão ser invadida

Isso porque o astro da MPB pediu em suas redes sociais que não fosse incomodado nos próximos dias por parentes, amigos ou até mesmo pessoas desconhecidas, pois ele quer fazer tudo na maior tranquilidade e tirar férias sem maiores problemas.

“Chego à minha Bahia e logo faço série de três shows do Meu Coco na Concha. Tenho 81 anos e venho de uma série de atividades super puxada. Peço aos meus amigos, colegas, conhecidos e desconhecidos que considerem minha decisão de descansar o que me é necessário. Depois dos shows na Concha entrarei em período de férias radicais”, declarou ele.

“Peço que não me convidem para atividades públicas, participações, conceder entrevistas ou emitir opiniões, gravar vídeos, escrever releases e outros textos ou qualquer outra atividade, sobretudo àqueles que sabem que mais me tocariam com seus chamados. Que tenhamos um feliz verão”, concluiu Caetano Veloso.

Receba as notícias de OFuxico no seu celular

Indenização milionária

Caetano Veloso acionou a Justiça do Rio de Janeiro contra a marca de roupas Osklen e seu proprietário, Oskar Metsavaht. O artista alega que a marca utilizou sua imagem e referências ao movimento Tropicalismo sem autorização em uma campanha publicitária da coleção Verão 2024, intitulada “Brazilian Soul”.

A marca foi notificada extrajudicialmente pelo artista em agosto e a notícia foi dada pelo jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo. Os advogados de Caetano Veloso apresentaram uma série de pedidos na ação. Inicialmente, solicitam uma liminar para que a Osklen retire de circulação quaisquer produtos que remetam ao músico e ao Tropicalismo.

Também requerem a remoção de publicações que associem o artista e o movimento à marca. Na esfera financeira, a equipe legal do músico exige danos morais de R$ 300 mil, além de danos materiais no valor de R$ 1 milhão, totalizando uma indenização de R$ 1,3 milhão. Os responsáveis pela marca Osklen são os alvos destas reivindicações.

Mariana Ximenes e Nathalia Dill elegem look vermelho para show de Caetano Veloso

O processo está em andamento na 29ª Vara Cível da Comarca da Capital, no Rio de Janeiro. Este caso destaca a importância dos direitos de imagem e marca, especialmente no contexto das campanhas publicitárias e da indústria da moda.

Raphael Araujo Barboza é formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. OFuxico foi o primeiro lugar em que começou a trabalhar. Diariamente faz um pouco de tudo, mas tem como assuntos favoritos Super-Heróis e demais assuntos da Cultura Pop (séries, filmes, músicas) e tudo que envolva a Comunidade LGBTQIA+.


×