Sthefany Brito agradece mensagens após internação do filho. Especialista explica o que ele teve!

Por - 27/09/23 às 15:00 - Última Atualização: 28 setembro 2023

Sthefany Brito com o marido e o filhoReprodução/Instagram/@sthefanybrito

Atualizada em 28/09/23, às 10h53

Recentemente, Sthefany Brito deixou os fãs preocupados ao comunicar a internação do filho Antônio Enrico, de três anos, fruto do seu casamento com Igor Raschkovscky.

Felizmente, o bebê já teve alta e a atriz usou suas redes sociais para contar que ele teve celulite ocular devido à uma picada de inseto.

“Sábado um mosquito picou ele e no dia seguinte ficou inchado. Dei antialérgico, mas no domingo ele já acordou com o olho completamente inchado, vermelho e fechado. A pediatra mandou ir para o hospital. Eu lembro da minha perna bambear quando ela mandou ir para o hospital. Eu não sabia o que era, não tinha ideia. É coisa séria, é bactéria, e corre risco”, disse ela.

A famosa também aproveitou para agradecer pelas mensagens de carinho. “Impossível não falar do meu irmão. Fiquei dois dias sem vê-lo, mas Deus é maravilhoso. Tenho recebido mensagens de pessoas perguntando de onde tiro forças. Acho que a força vem do amor, pelo meu irmão, meu bem mais precioso que é meu filho”.

O que é celulite ocular

A celulite ocular ou celulite orbitária é a infecção dos músculos e gordura localizados na órbita da face, causando sintomas como dor e dificuldade para movimentar o olho.

De acordo com a Dra. Maira Saad, presidente da Sociedade Paulista de Oftalmologia, o diagnóstico é feito por meio do exame clínico e de imagem.

A médica também explicou as principais causas da doença. “As causas mais comuns são a sinusite, infecção do trato respiratório superior, otite, abcesso dentário, trauma e picada de inseto”.

A celulite orbitária é muito mais comum em crianças. “É mais comum em crianças devido a maior exposição (escolas, creches, áreas de recreação) e portanto maior chance de contrair infecções respiratórias superiores e sinusites. As crianças levam mais as mão ao olhos, tem sistema imunológico em desenvolvimento, tornando as crianças mais suscetíveis a infecções em geral”, disse a profissional.

Maira contou que o tratamento “pode variar dependendo da gravidade de cada caso podendo ser desde antibiótico oral até internação e uso de antibióticos endovenosos associados a outros tratamentos necessários em cada caso”.

Apesar de ser algo simples, o caso possui riscos. “Se não tratada a tempo pode levar a formação de abcesso orbitário que necessitará ser drenado cirurgicamente, pode levar a perda de visão, septicemia e risco de morte”.

Os principais sintomas incluem dor no olho, dificuldade para movimentar o olho, vermelhidão, inchaço, febre, entre outros.

Para concluir, Dra. Maira contou quais são as principais formas de prevenir a celulite ocular. “A prevenção seria diagnosticar e tratar as causas da celulite como sinusites e outros processos infecciosos que podem envolver a órbita, ensinar as crianças não colocarem as mãos nos olhos e levar a criança rapidamente ao médico caso apresente vermelhidão e inchaço ao redor dos olhos para avaliação e tratamento precoce evitando evoluir a infecção para órbita”.

Kayky Brito

O ator Kayky Brito, vítima de um grave acidente de atropelamento no início do mês, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no último dia 22. O boletim médico oficial da data trouxe a boa notícia.

“O Hospital Copa D’Or informa que o paciente Kayky Fernandes Brito recebeu alta da unidade de terapia intensiva. Ele está consciente, conversando com os familiares e cooperando no processo de reabilitação ortopédica”, assinam o boletim os médicos assistentes Dr. Edno Wallace e Dr. Ney Pecegueiro e o diretor médico do Copa D’Or, Marcelo London.

  • Na madrugada de 2 de setembro, Kayky Brito foi atropelado na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.
  • Ele recebeu atendimento imediato no local e foi levado ao Hospital Municipal Miguel Couto, onde foi diagnosticado com traumatismo craniano e politraumatismo corporal.
  • No mesmo dia, Kayky foi transferido de helicóptero da UTI do Corpo de Bombeiros para o hospital particular Copa D’Or, no Rio de Janeiro.
  • O ator passou por várias cirurgias para tratar fraturas na pelve e no membro superior direito.
  • Embora as câmeras de segurança tenham registrado o incidente como um acidente, a polícia está investigando o caso com base nos depoimentos do motorista de aplicativo responsável pelo atropelamento, da passageira no veículo e de Bruno de Luca, que estava com Kayky naquela noite.
  • No dia 13 de setembro, Kayky começou a respirar sem a ajuda de aparelhos.
  • Em 18 de setembro, um boletim médico relatou que Kayky apresenta uma excelente resposta aos procedimentos de fonoaudiologia e fisioterapia.
  • Dia 22 de setembro: Kayky teve alta da UTI, se recupera bem e interage com a família.


×